quinta-feira, 17 de abril de 2008

PRAZER


A água quente do chuveiro
Escorre pelo meu dorso nu.
Como é gostoso, no banheiro,
A liberdade que se sente....
Prá fazer qualquer coisa,
Sentir prazer.
Escuto tua voz,
pego o sabonete,
Obedeço aos teus comandos....
O sabonete desce pelo colo,
envolve os seios...
Os bicos endurecem, a água escorre...
Sinto o corpo em chamas.
A água , agora, corre morna,
o sabonete faz curvas pelo meu corpo,
estou tonta, escuto tua voz,
obedeço aos teus desmandos,
sinto prazer!
Meu corpo treme,
sinto um calor subir
agora a água corre fria
para me fazer acordar,
sair desse torpor.
Prazer...
que prazer o banho dá!
Prazer..
ouvir tua voz,
que prazer me dá.
Passion, paixão, caliente,
quente ...
Te adoro, te quiero,
muito mais prazer!

Um comentário:

edicleia disse...

STELLA QUERIDA FICO LENDO SUAS POESIA, HORAS A FIO. E NAO SEI DIZER OU MELHOR ESCOLHER UMA COMO SENDO A MAIS LINDA, POIS TODAS SAO MARAVILHOSAS. PARABENS AMIGA PELO DOM.
TE ADORO, CONTINUE ESCREVENDO COISAS LINDAS PARA NOS. ESTOU AGUARDANDO O LIVRO QUE ME PROMETESTE.