segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

DEIXAI ENTRAR A MORTE....


" SOU A CHARNECA RUDE A ABRIR EM FLOR!"





"PONHO-ME, ÀS VEZES, A OLHAR PARA O ESPELHO E A EXAMINAR-ME, FEIÇÃO POR FEIÇÃO: OS OLHOS, A BOCA, O MODELADO DA FRONTE, A CURVA DAS PÁLPEBRAS, A LINHA DA FACE...E ESTA AMÁLGAMA GROSSEIRA E FEIA, GROTESCA E MISERÁVEL, SABERIA FAZER VERSOS? AH, NÃO! EXISTE OUTRA COISA...MAS O QUÊ? AFINAL, PARA QUE PENSAR? VIVER É NÃO SABER QUE SE VIVE. PROCURAR O SENTIDO DA VIDA, SEM MESMO SABER SE ALGUM SENTIDO TEM, É TAREFA DE POETAS E DE NEURASTÊNICOS. SÓ UMA VISÃO UMA VISÃO DE CONJUNTO PODE APROXIMAR-SE DA VERDADE. EXAMINAR EM DETALHE É CRIAR NOVOS DETALHES. POR DEBAIXO DA COR ESTÁ O DESENHO FIRME E SÓ SE ENCONTRA O QUE SE NÃO PROCURA. PORQUE ME NÃO ESQUEÇO EU DE VIVER...PARA VIVER?"
(20 DE ABRIL DE 1930, ANO EM QUE FLORBELA ESTAVA RECOLHIDA EM SUA CASA DE MATOSINHOS, DOENTE, AFASTADA DE TUDO E TODOS.)
DEPRIMIDA, COM PROBLEMAS DE PULMÃO, ESCREVEU O "DIÁRIO DO ÚLTIMO ANO", ONDE COLOCA O SEU MAIS PROFUNDO EU. HÁ DIAS EM QUE PREFERIA VIVER, ESCREVE...EM OUTROS, CHAMAVA A MORTE , CONSCIENTE OU INCONSCIENTEMENTE, ISSO FICA A CRITÉRIO DE CASA UM QUE LER SUA VIDA E OBRA.

AFINAL, QUEM ENTENDE A ALMA DOS POETAS?


"AI, as almas dos poetas

Não as entende ninguém;

São almas de violetas

Que são poetas também.

Andam perdidas na vida,

Como as estrelas no ar;

Sentem o vento gemer

Ouvem as rosas chorar!

Só quem embala no peito

Dores amargas e secretas

É que em noites de luar

Pode entender os poetas.


E eu que arrasto amarguras

Que nunca arrastou ninguém

Tenho alma prá sentir

A dos poetas também!"

(Poetas - Livro Trocando Olhares)

"A MORTE DEFINITIVA OU A MORTE TRANSFIGURADORA? MAS O QUE IMPORTA O QUE ESTÁ PARA ALÉM? SEJA O QUE FOR, SERÁ MELHOR QUE O MUNDO! TUDO SERÁ MELHOR DO QUE ESTA VIDA!" (20 DE NOVEMBRO DE 1930 - DIÁRIO DO ÚLTIMO ANO)


ENTÃO, BELA, O QUE TE RESTA NESSA VIDA? DOENTE, SÓ, CONVIVENDO COM FANTASMAS DO PASSADO E NÃO VISLUMBRANDO UM FUTURO MELHOR.....O SUICÍDIO SERIA A MELHOR FORMA , O MELHOR ATO PARA SAÍRES DE CENA?


"Deixai entra a Morte, a Iluminada,

A que vem para mim, prá me levar.

Abri todas as portas par em par

Com asas a bater em revoada.


Que sou eu neste mundo? A deserdada,

A que prendeu nas mãos todo o luar,

A vida inteira, o sonho, a terra, o mar

E que , ao abri-las, não encontrou nada!

Ó Mãe! Ó minha Mãe, pra que nasceste?

Entre agonias e em dores tamanhas

Pra que foi, dize lá, que me trouxeste


Dentro de ti? Pra que eu tivesse sido

Somente o fruto amargo das entranhas

Dum lírio que em má hora foi nascido!..."

(Deixai entrar a Morte - livro RELIQUIAE)


POETA, nasceste numa época e estivestes á frente dela. Certamente tuas conquistas, tua vida, não foram em vão. Hoje, nós, mulheres e poetisas, agradecemos a tua força e coragem . O mundo reconhece teu valor. E precisastes morrer jovem prá isso acontecer...

"A MINHA ALMA É O TÚMULO PROFUNDO ONDE DORMEM , SORRINDO , OS DEUSES MORTOS!"
Florbela abre, na morte, a sua alma , em que os deuses nela tumulados lhe pedem, sorrindo, que os acorde. Despertos, ela vê que são seus semelhantes. É a certeza do caminho para a casa dasua imortalidade.

02 /12/ 1930 - "E NÃO HAVER GESTOS NOVOS NEM PALAVRAS NOVAS!"DIÁRIO DO ÚLTIMO ANO. ÚLTIMAS PALAVRAS ESCRITAS POR FLORBELA, ENCONTRADA MORTA NO DIA DE SEU ANIVERSÁRIO, EM 08 DE DEZEMBRO DE 1930, AOS 36 ANOS DE IDADE.








4 comentários:

Lenise disse...

Está maravilhosa esta semana de Florbela Espanca!
Eu já conhecia os poemas apaixonados desta poetisa, mas não sabia de sua vida. Foi ótimo conhecer sua história!
Isso é cultura, e também nos ajuda a melhor entender sua poesia.
Muitíssimos parabéns amiga pelo blog maravilhoso! Excelente mesmo!
Beijoss!

Valter Montani disse...

Stella,

Muito obrigado pelo carinho e amizade dedicada à mim e meu espaço durante todo o ano. Desejo boas festa à você e toda família e um ano novo repleto de realizações, bjs

elisete disse...

LINDO SEU BLOG!!!AMO FLORBELA ESPANCADA!!!MINHA CUNHADA É PORTUGUESA AMEI VER TUDO ISSO E ESTA
GRANDE HISTORIA...CULTURA É TUDO!!!PARABENS MUITO LINDO!!!UM FELIZ NATAL E UM ILIMINADO INICIO D ANO P/ VC E P/OS Q AMA!!!BJKAS

Badu disse...

SE EU PUDESSE SER ANJO

Badu



Se eu pudesse ser um anjo estaria perto de Deus, confessando desejos, na ambição maior da liberdade.

Revelando nos olhos pedintes as súplicas dos lábios de pequenos meninos que aprendem orar por dor do corpo e pela vontade de voar.



Se eu soubesse voar estaria bagunçando nuvens para regar floradas de setembro e campos inteiros de eternos jardins.

Assim teria o perdão por inocente malicia, teria a caricia das mãos para contento meu.



Se eu pudesse ficar de pé dançaria uma balada no vento e por um momento chegaria perto do manto que recobre a alma na doce esperança de cada ser.

Pedi ao meu coração criança, outros menores querer para entender os anseios sufocantes de se libertar.



Já nem sei quantas estrelas contei, e quantas se partiram em fragmentos, a noite ainda assusta e os medos maiores permaneceram aqui.



Quem me dera eu acordar anjo em uma manhã qualquer com asas alvas e sem dor, cantar o amor na suave voz do acalento.

Depois de tocar o céu fortalecido de luz em riso constante despertar puro outra vez.

Se eu pudesse ser anjo...