sábado, 24 de janeiro de 2009

LIBERDADE PARA UMA BORBOLETA



Cansei de estar no casulo,

crisálida,

pálida...

Preciso crescer,

transformar meu eu,

meu ser...
Para voar...

Liberdade.

Nunca desejei tanto

a liberdade...

Nela,está minha vontade

de viver!

Borboleta...

voar,minhas asas bater,

estender,

além do olhar...

Liberdade,

nas asas pequenas,

coloridas,amenas,

que me levam,

elevam,

aonde quero ir ...

Além do casulo,

do muro,

da casa

,do jardim,

desse lugar...

Rumo ao luar!

Liberdade...

Borboleta... quero o mundo conquistar!

Um comentário:

(En) Canto da poesia disse...

Olá, amiga, estou de volta, após um longo período. Feliz por retornar a esta casa. Bom fds.
Bjos.Milla