segunda-feira, 20 de outubro de 2008

DIA DO POETA: PARABÉNS, POETAS DO MUNDO INTEIRO!

Essa menina, que hoje vos escreve, sou eu , aos 12 anos de idade, quando já rabiscava versos...
MENINA POETA

Eu não sabia ler,

escrever, somar,

nem direito pensar...
Eu ainda brincava,

sonhava, corria e

tudo me deliciava...
Era a infância querida,

quando sofri grande perda...

Mas, ganhara outra vida,

e sequer disso sabia...
Eu queria voar,

ir ao céu, voltar...

sonhava como os pássaros...

voava como as plumas

das paineiras do quintal...
Eu não sabia,

com minhas palavras brincava,

com rimas a todos alegrava,

de tudo fazia troça,

com graça,

em verso e prosa....
Olhava o mundo com olhos infantis

e mal sabia eu,

criando essas bobagens...

inventando, imaginando...

transformando minha tristeza em alegria,

eu tinha uma grande companhia:A POESIA...
Segui a infância brincando,com letras,

palavras, sonhando..

eu estava POETISANDO...

e não sabia...

Um comentário:

Sérgio Deppe de Souza disse...

Linda poesia. Suave, abrangente, nos conduz à infância e nos faz criança outra vez ! Parabéns.